Papa convida dois mil indigentes, refugiados e ciganos ao circo

Na Cidade do Vaticano

  • Tiziana Fabi/AFP

O papa Francisco convidou nesta quinta-feira (14) ao circo de Roma 2.000 indigentes, refugiados, grupo de presos e uma multidão de crianças ciganas a uma tarde dedicada à arte e à magia do circo.

O convite papal ao Ronny Roller Circus foi feito através da Esmolaria Apostólica do Vaticano, que organizou o traslado dos convidados do pontífice, que estiveram acompanhados de voluntários e equipes de médicos e enfermeiros.

"Isto faz bem à alma. Precisamos de beleza", afirmou Francisco no ano passado, ao receber em uma audiência especial os artistas de circo.

A tarde de circo deveria servir como um "alívio aos nossos irmãos mais pobres para que possam superar as provas e dificuldades da vida que com frequência nos parecem insuperáveis", explicou, em um comunicado, a entidade vaticana encarregada das obras de caridade do papa.

Um serviço médico móvel foi instalado em frente à enorme tenda para atender consultas e um lanche foi oferecido ao final do espetáculo.

Segundo o site "Vatican Insider", a frota de ônibus da Santa Sé, usados normalmente para transportar os prelados, foi usada para levar os espectadores.

"Foi uma grande emoção para nós", confessou a dona do circo, Daniela Vassallo, à Rádio Vaticano, após lembrar que, como os indigentes, a gente do circo também costuma ser marginalizada pela sociedade.

"Sabemos que são pessoas às quais podemos falar, que recebem a mensagem. Entram hesitantes e vão embora com um sorriso" comentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos