ONU: Ban solicita formação do governo de união nacional no Sudão do Sul

Nova York, 25 Jan 2016 (AFP) - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu, nesta segunda-feira, às partes envolvidos no conflito no Sudão do Sul que "resolvam suas divergências" e formem rapidamente um governo de união nacional.

Os dois lados não conseguiram chegar a um acordo sobre a formação de um governo de unidade na data de 22 de janeiro, quando os rebeldes rejeitaram a criação de estados regionais pelo presidente Salva Kiir. Enquanto isso, os combates seguem acontecendo.

Em um comunicado, Ban disse estar inquieto com este fracasso e convidou os países da organização regional Igad e da União Africana (UA) a "aproveitarem a ocasião da próxima cúpula da UA para superar este bloqueio político".

A formação de um governo é "uma etapa essencial para a aplicação do acordo de paz" alcançado em agosto passado, estima o secretário-geral.

A ONU "continuará fazendo tudo o possível para apoiar a população do Sudão do Sul, submetida a sofrimentos e violações inimagináveis dos direitos humanos", acrescentou.

O Sudão do Sul, um país de aproximadamente 12 milhões de habitantes, proclamou sua independência em julho de 2011, em meio às ruínas de décadas de conflito contra seu vizinho do Norte.

Dois anos e meio depois, as tensões políticas e étnicas no interior do exército, alimentadas pela rivalidade entre Kiir e seu vice-presidente Riek Machar, desencadearam uma guerra civil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos