Fossa comum com 18 corpos é encontrada no Iraque

Bagdá, 26 Jan 2016 (AFP) - As forças iraquianas descobriram uma fossa comum com ao menos 18 mortos na cidade de Ramadi, uma zona que foi tomada em dezembro do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), informou a polícia nesta terça-feira.

O grupo que em 2014 chegou a controlar muitas regiões do Iraque perdeu no fim de dezembro o controle de Ramadi, capital da província ocidental de Al Anbar.

"Até o momento, retiramos 18 corpos, entre eles os de cinco policiais, e seguimos desenterrando outros corpos", disse à AFP o comandante da polícia, Tarek Abdelkarim.

O funcionário disse que a fossa foi descoberta na segunda-feira no bairro de Al Jamiya e que dentro pode haver até 40 pessoas, que teriam sido executadas em maio de 2015, no momento em que toda a cidade ficou na mãos dos jihadistas.

O grupo, que sofreu recentemente várias derrotas militares, já realizou massacres nas zonas que caem sob seu controle.

O chefe do Conselho Provincial de Al Anbar, Sabah Karhut, informou que as vítimas morreram fuziladas ou decapitadas.

strs-sf/wd/nbz/tp/an/mb/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos