Dois chefões da máfia 'Ndrangheta presos dentro de uma caverna

Em Roma (Itália)

A polícia italiana prendeu dois chefões da 'Ndrangheta, a máfia calabresa, escondidos dentro de uma caverna cheia de armas e construída debaixo de uma montanha da região da Calábria, sul da península.

Giuseppe Ferraro, de 47 anos, e Giuseppe Crea, de 37, figuram na lista dos mafiosos mais procurados da Itália.

Ferraro era considerado um delinquente extremamente perigoso e foi condenado por vários assassinatos. Estava foragido há 18 anos.

Crea foi condenado por associação mafiosa e extorsão e fugia da polícia há dez anos.

Os dois viviam numa caverna em uma floresta, que se encontra nas montanhas de Maropati, segundo o procurador de Reggio Calabria (sul).

Segundo a fonte, viviam completamente isolados da sociedade, mas continuavam conduzindo as atividades mafiosas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos