Papa envia rosário a líder social detida na Argentina

Buenos Aires, 15 Fev 2016 (AFP) - O papa Francisco enviou um rosário abençoado em sinal de apoio à líder social Milagro Sala, presa na Argentina em um processo judicial controverso, revelou nesta segunda-feira Enrique Palmeyro, diretor de uma rede educacional da Igreja.

"Transmiti ao Papa o pedido de oração pela situação de Milagro Sala e os cumprimentos do movimento. E ele me deu um rosário abençoado para ela", revelou Palmeyro, diretor da rede do Vaticano Scholas Occurrentes, à rádio La Red.

Sala, de 51 anos, foi acusada em um primeiro momento de "arruaça" por organizar um protesto em uma praça em Jujuy (norte), mas depois foi indiciada por narcotráfico e fraude fiscal.

O Prêmio Nobel da Paz de 1980 Adolfo Pérez Esquivel e a oposição kirchnerista denunciam uma tentativa de silenciar os protestos sociais, enquanto juristas denunciaram o caso à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH).

"O Papa aprecia o trabalho de líderes sociais que lutam para mudar a situação dos muitos que não têm lugar para viver ou alimentação adequada", disse Palmeyro. O movimento Tupac Amaru liderado por Sala constrói casas e escolas para as pessoas excluídas ou de baixa renda em áreas empobrecidas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos