Guerrilha das Farc entrega menor de idade a missão humanitária na Colômbia

Bogotá, 22 Fev 2016 (AFP) - A guerrilha das Farc entregou a uma missão humanitária no leste da Colômbia um menor de idade que se encontrava sob seu poder, informaram, nesta segunda-feira, fontes vinculadas à operação.

"Um menor foi entregue ontem (domingo) pelas Farc, em uma zona rural de Arauca, a uma missão humanitária do CICR (Comitê Internacional da Cruz Vermelha), acompanhado pela Defensoria do Povo e da Igreja", disse à AFP Édgar Alfonso, porta-voz do CICR.

"O menor foi transferido para a capital do departamento, Arauca, e ficou sob os cuidados do ICBF (Instituto Colombiano de Bem-Estar Familiar)", completou.

Alfonso detalhou que não compete ao CICR, um organismo facilitador destas ações humanitárias, pronunciar-se sobre a possibilidade do menor ter estado retido pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) ou se havia sido recrutado por este grupo armado, próximo a selar um acordo de paz com o governo para dar fim a um conflito de mais de meio século.

Neste ano, dois menores foram entregues pelas Farc em missões humanitárias com participação do CICR: este jovem de Arauca no domingo e uma adolescente de 16 anos em Briceño, Antioquia (noroeste), no dia 23 de janeiro, segundo Alfonso, afirmando que 33 menores foram entregues por grupos armados em 2015.

O ICBF, organismo estatal encarregado pela proteção de menores, confirmou ter recebido, no domingo, um jovem "de 15 anos desvinculado de um ator armado", segundo indicou, nesta segunda-feira, em um comunicado.

O instituto indicou que havia ativado seus protocolos de atenção a menores, "assim como para sua entrada no programa especializado para a atenção de crianças e adolescentes que se desvinculam de grupos armados à margem da lei".

Entre 1999 e 2015, cerca de 5.708 menores vítimas de recrutamento na Colômbia foram atendidos pela ICBF, segundo dados oficiais.

Um porta-voz da Defensoria, entidade autônoma que vela pelos direitos humanos no país, havia dito a jornalistas que teria recebido um menor entregue por "membros da décima frente das Farc", no município de Puerto Rondón.

O grupo armado, nascido em 1964 de uma revolta campesina e composto por aproximadamente sete mil combatentes, segundo números oficiais, ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos