Republicanos voltam a se enfrentar e Trump busca nova vitória em Nevada

Las Vegas, Estados Unidos, 23 Fev 2016 (AFP) - Os cinco aspirantes presidenciais pelo Partido Republicano disputam nesta terça-feira o caucus em Nevada, com o milionário Donald Trump buscando consolidar uma liderança até o momento imparável para disputar as eleições de novembro.

O polêmico milionário, cujo nome batiza um luxuoso hotel em Las Vegas, pretende conquistar uma terceira vitória consecutiva na disputa republicana, depois de se impor com clareza nas votações realizadas nos estados de New Hampshire e Carolina do Sul.

Até o momento, Trump tropeçou apenas no primeiro round das primárias republicanas, em Iowa, onde foi surpreendido pelo senador ultraconservador Ted Cruz.

No entanto, o duelo de Nevada constitui o primeiro capítulo da disputa interna dos republicanos no oeste dos Estados Unidos, e em um estado onde quase 28% da população de três milhões de pessoas é de origem hispânica.

Ao mesmo tempo, Nevada é um estado particular, com um governo local dominado por republicanos, mas com mais eleitores registrados pelo Partido Democrata.

Em busca dos votos de BushDesde o início da campanha, Trump avançou como um bulldozer imparável nas pesquisas, com uma vantagem de dois dígitos praticamente constante sobre seus adversários mais próximos, Cruz e o também senador Marco Rubio.

Uma pesquisa divulgada pela CNN sugere que em Nevada Trump pode obter até 45% dos votos, deixando Cruz e Rubio muito distantes, com cerca de 20% ou menos cada um.

No último fim de semana, os aspirantes republicanos iniciaram uma campanha avançada para captar votos de indecisos através de reuniões públicas nas quais respondiam a perguntas dos eleitores.

Cruz e Rubio, ambos de origem cubana, buscam herdar os votos dos que ficaram órfãos diante da decisão do ex-governador da Flórida Jeb Bush de abandonar a corrida presidencial.

Mas mesmo que consigam receber estes votos, os dois ainda têm pela frente um enorme desafio se quiserem ameaçar a liderança de Trump.

"Trump terá possivelmente 35% dos votos, e isso será suficiente para vencer", disse Erick Herzink, professor de Ciência Política na Universidade de Nevada, ao jornal USA Today.

No último duelo republicano, na Carolina do Sul, Cruz terminou em terceiro lugar, mas na segunda-feira afirmou que foi o único que conseguiu derrotar Trump nesta disputa interna e é o único que pode voltar a fazê-lo.

Além de Trump, Cruz e Rubio, seguem na disputa o governador de Ohio, John Kasich, e o médico aposentado Ben Carson. No início da campanha, havia 17 aspirantes conservadores.

Passos em falsoNo campo Democrata, Hillary Clinton conseguiu uma vitória sobre o senador Bernie Sanders no sábado em Nevada, um resultado que injetou nova energia em uma campanha que parecia patinar.

Uma semana antes do duelo em Nevada, Hillary tinha quase 20 pontos de vantagem sobre Sanders, mas as urnas apresentaram um resultado muito mais apertado, em um cenário no qual o voto hispânico esteve longe de se alinhar nas fileiras da ex-secretária de Estado, parecendo se inclinar ao veterano senador.

As vitória de Hillary em Nevada e de Trump na Carolina do Sul deram um impulso importante para ambos diante de um capítulo crucial desta campanha: a chamada "Super Terça-Feira", quando os eleitores vão às urnas em uma dezena de estados.

Nesta conjuntura da campanha, quando qualquer tropeço pode provocar uma queda, os pré-candidatos se veem forçados a não cometer erros.

Por isso, na segunda-feira Cruz pediu publicamente a renúncia de seu porta-voz e chefe de comunicações, Rick Tyler, por um vídeo sobre Rubio supostamente fazendo comentários negativos da Bíblia.

Cruz é a principal opção dos setores mais à direita do Partido Republicano e sua base de apoio está nos eleitores ultrarreligiosos, mas o vídeo sobre Rubio era claramente uma distorção e desta forma o aspirante presidencial não teve outra escolha a não ser dispensar seu chefe de comunicações.

O caucus republicano em Nevada começará às 17h00 locais (22h00 de Brasília desta quarta-feira) e terminará às 21h00. Os resultados devem ser divulgados pouco depois do fim da consulta.

ahg-bur/yow/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos