Atentado suicida durante funeral mata 24 pessoas no Iraque

Baquba, Iraque, 29 Fev 2016 (AFP) - Pelo menos 24 pessoas que participavam de um funeral morreram e outras 40 ficaram feridas em um atentado suicida reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), nesta segunda-feira no noroeste de Bagdá, segundo fontes de segurança.

O atentado foi cometido por um suicida que ativou seu cinto de explosivos em Muqdadiyá, durante o funeral de um importante membro da comunidade Beni Tamim, um dos principais clãs da província de Diyala.

Neste atentado teriam morrido dois comandantes das milícias xiitas, segundo um encarregado da região. O Estado Islâmico, uma organização sunita radical, considera hereges outros ramos do Islã.

Este ataque de Muqdadiyá ocorreu depois de um atentado no domingo também reivindicado pelo grupo EI na periferia norte de Bagdá, que deixou 39 mortos e 76 feridos.

Em janeiro, o grupo jihadista também reivindicou um ataque contra um café de Muqdadiyá que deixou mais de 20 mortos e dezenas de feridos, gerando atos de vingança contra civis sunitas.

A ONG Human Rights Watch (HRM) denunciou, então, que milícias xiitas sequestraram e mataram civis sunitas e que provocaram incêndios em casas e mesquitas.

strs-sf/wd/jmm/hc/an/age/mb/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos