Obama dança tango na pátria adotiva de Carlos Gardel

Buenos Aires, 24 Mar 2016 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se lançou na pista na noite desta quarta-feira para dançar tango com uma conhecida artista argentina, durante o jantar em sua homenagem como parte da visita a Buenos Aires.

Um Obama relaxado ensaiou os passos do "2x4", o ritmo do tango, a convite da dançarina Mora Godoy, enquanto Michelle Obama era conduzida pelo dançarino José Lugones, em Buenos Aires, a terra adotiva de Carlos Gardel (1890-1935).

"Ele (Obama) me disse que não sabia dançar e falei para me seguir. Respondeu 'ok' e começou a dançar, mas foi ele que me conduziu, porque é um bom dançarino", revelou Godoy ao jornal La Nación.

Antes do jantar, Obama fez um rápido discurso, no qual citou o escritor argentino Jorge Luis Borges e brindou ao "direito inviolável de se ter esperança".

A dança de Obama foi festejada pelos convidados do jantar em homenagem ao presidente, realizado no Centro Cultural Kirchner, um prédio histórico e majestoso reinaugurado no ano passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos