Israel prende soldado acusado de matar palestino ferido

Jerusalém, 24 Mar 2016 (AFP) - Um soldado israelense foi detido nesta quinta-feira acusado de ter matado com um tiro na cabeça um palestino que jazia ferido após ter atacado outro militar israelense.

Um vídeo do incidente circula na internet. Nele é possível ver o palestino no chão, ferido, por supostamente esfaquear um soldado na cidade de Hebron, na Cisjordânia. Um soldado israelense se aproxima e dispara uma bala em sua cabeça.

O vídeo, publicado online pelo grupo B'Tselem, foi amplamente divulgado nas redes sociais.

"Esta é uma violação grave dos valores" militares e "o soldado envolvido foi preso", declarou um porta-voz militar israelense, que disse que uma investigação já havia sido aberta antes do vídeo se espalhar.

O ministro palestino da Saúde, Jawad Awwad, chamou o incidente de "crime de guerra", e acrescentou que, mesmo antes de o soldado executá-lo, os médicos presentes na área não prestaram socorro ao ferido.

O palestino foi identificado como Abdul Fatah Al Sharif, de 21 anos.

Para Sarit Michaeli, porta-voz do B'Tselem, trata-se de uma "execução".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos