Homem-bomba de Bruxelas estava em lista antiterrorista dos EUA antes de ataque a Paris

Em Washington

  • "Haberturk"/AP

    Ibrahim El Bakraoui estava em uma lista de terroristas dos EUA antes de ataques em Paris

    Ibrahim El Bakraoui estava em uma lista de terroristas dos EUA antes de ataques em Paris

Um dos homens-bomba do aeroporto de Bruxelas, o belga Ibrahim El Bakraoui, estava em uma lista de terroristas dos Estados Unidos desde antes dos ataques de novembro em Paris, informou na sexta-feira a rede CNN.

Seu irmão mais novo Khalid, que se explodiu no metrô de Bruxelas, foi incluído à lista "pouco depois" dos atentados de Paris de 13 de novembro, acrescentou a CNN, que citou como fontes funcionários do governo americano.

Na terça-feira, os ataques no aeroporto e no metrô de Bruxelas, reivindicados pelo grupo Estado Islâmico, deixaram 31 mortos e 300 feridos.

 



Ibrahim El Bakraoui, que se explodiu no aeroporto belga, foi expulso da Turquia para a Holanda em julho, depois de ter sido preso um mês antes perto da fronteira turca com a Síria.

Antes dos ataques, os irmãos belgas tinham antecedentes criminais por diversos crimes, como roubos de carro, assaltos e tiroteios com a polícia.

A rede de televisão americana NBC informou na quinta-feira que os irmãos eram conhecidos por autoridades dos EUA e que foram listados nos bancos de dados de terrorismo do país, mas não especificou quais listas ou quando foram colocados nelas.

Série de erros

Khalid El Badraoui é investigado pelos atentados de Paris, por ter alugado um apartamento usado por alguns dos criminosos envolvidos nos ataques da França.


Desde o dia 11 de dezembro foram emitidos dois mandados de prisão, um internacional e outro europeu, contra Khalid, emitidos por juízes de instrução parisienses em meio às investigações sobre os atentados que deixaram 139 mortos em Paris Saint-Denis.

Uma longa lista de erros cometidos pela inteligência belga pressiona o governo e levanta dúvidas na Europa sobre se esses ataques em Bruxelas poderiam ter sido evitados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos