Argelino procurado na Bélgica é preso no sul da Itália

Em Roma

  • NICOLAS MAETERLINCK/AFP/Belga

O cidadão argelino Djamal Eddine Ouali foi detido neste sábado na região de Salerno, no sul da Itália, a pedido da justiça belga, anunciaram vários meios de comunicação italianos, citando a polícia.

O homem de 40 anos foi detido por uma ordem europeia de captura emitida pela Bélgica, em meio a uma investigação sobre documentos falsos usados por homens-bomba nos ataques de Paris e Bruxelas.

Ouali foi detido em Bellizzi, numa operação conjunta do Serviço Central Antiterrorista e da Divisão de Operações Especiais da Polícia de Roma.

Ele é acusado de fazer parte de uma rede criminosa que fabricava documentos de identidade falsos e que favorecia a imigração clandestina, segundo a agência AGI.

O suposto cúmplice dos autores dos ataques de Bruxelas deve ser extraditado nos próximos dias para a Bélgica.

A polícia começou a suspeitar quando verificaram seu pedido de visto de residência no escritório local e de migração. O homem teria o mesmo nome de um indivíduo buscado pela polícia belga desde 6 de janeiro.

Os investigadores tentam determinar as razões pelas quais Ouali estava na província de Salerno, e se tinha contatos e apoios locais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos