Adolescente japonesa consegue escapar depois de dois anos em cativeiro

Tóquio, 28 Mar 2016 (AFP) - Uma adolescente japonesa de 15 anos, que estava há dois anos desaparecida, foi encontrada no domingo, em Tóquio, depois de ter ficado em cativeiro na casa de seu sequestrador, um universitário de 23 anos.

A jovem ligou para sua mãe de um telefone público depois que fugiu depois que o sequestrador esqueceu de trancar uma porta.

Poucas horas depois de ter contato a polícia, o sequestrador foi encontrado na rua, coberto de sangue.

O homem explicou à política que tentou suicidar-se cortando a garganta, segundo a imprensa local.

A estudante desapareceu em março de 2014. Pouco depois, seus pais receberam duas cartas nas quais ela dizia que ia ficar algum tempo longe de casa e pedia que não a procurassem.

A vítima, que não teve a identidade revelada, contou à polícia que foi sequestrada quando voltava da escola.

Durante anos, seu destino foi um mistério, apesar de seus pais sempre afirmarem que ela havia sido sequestrada e que não deixava o cativeiro por vontade própria.

As primeiras informações não indicam como foram os anos de cativeiro da jovem, durante os quais o sequestrador continuou cursando a universidade.

O suspeito, um apaixonado pela informática e aviação, acaba de se formar na Universidade de Chiba, periferia de Tóquio, e já tinha emprego garantido numa companhia de equipamentos para bombeiros, segundo o canal público NHK.

bur-kap-uh/ros/an/pc/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos