Suspeito é detido após tiros no Capitólio

Washington, 28 Mar 2016 (AFP) - A polícia do Capitólio, que abriga o Congresso americano, anunciou que prendeu um suspeito ligados aos tiros disparados nesta segunda-feira no centro de visitantes do edifício localizado em Washington.

A polícia "confirmou que um suspeito foi detido em conexão com um incidente de disparos de arma de fogo no centro de visitantes do Capitólio", indica um comunicado.

O Capitólio e a Casa Branca foram fechados após relatos da presença de um atirador no Capitol Visitors Center.

De acordo com a imprensa local, um policial foi ferido no incidente.

"Não há mais ameaça ativa contra o público", escreveu no Twitter a polícia de Washington DC.

O Capitólio, que abriga o Senado e a Câmara de Representantes, atualmente em recesso de Páscoa, continua fechado "enquanto a polícia do Capitólio investiga" o incidente, indicou a polícia do Senado, U.S. Senate Sergeant at Arms Office.

Uma precedente mensagem interna do Capitólio falava de "informações de tiros no interior do centro de visitantes" do local.

A Casa Branca também foi isolada e os funcionários proibidos de entrar ou sair do edifício, segundo um jornalista da AFP.

ico-arb/sst/jm/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos