FBI alertou Holanda sobre dois homens-bomba mortos em ataques de Bruxelas

Haia, 29 Mar 2016 (AFP) - O FBI expressou à Holanda sua preocupação com os antecedentes dos extremistas Ibrahim e Khalid El Bakraoui, seis dias antes dos irmãos cometerem os ataques de Bruxelas, revelou nesta terça-feira o ministro da Justiça holandês.

Em uma sessão de perguntas ao governo no parlamento holandês, o ministro da Justiça, Ard van der Steur, disse nesta terça que a polícia holandesa foi informada em 16 de março sobre o passado criminal de dois dos homens-bombas de Bruxelas, Ibrahim e Khalid El Bakraoui.

O FBI, que registrou Ibrahim El Bakraoui em suas bases de vigilância em setembro de 2015, transmitiu neste momento "os antecedentes terroristas de Khalid".

Segundo o ministro, a questão "foi abordada em contatos bilaterais entre os policiais holandeses e belgas".

"O passado radical dos dois homens foi discutido", acrescentou sem dar mais detalhes.

A polícia federal belga negou que tenha evocado com seus colegas holandeses "a mensagem do FBI".

bur-fff-pa/dmc/mb/mr/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos