Síria: governo e curdos chegam a acordo sobre cessar-fogo em Qamichli

Qamishli, Síria, 23 Abr 2016 (AFP) - Representantes do governo e lideranças curdas sírias chegaram a um acordo sobre um cessar-fogo, nesta sexta-feira, para pôr fim aos combates em Qamichli, no nordeste da Síria - anunciaram forças de segurança curdas.

Os combates entre essas forças curdas, conhecidas como Assayech, e as milícias pró-governo das Forças de Defesa Nacional (FND) começaram na quarta-feira por um confronto em um ponto de controle. Eles continuaram, com o envolvimento de soldados do governo de Bashar al-Assad e das Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG, na sigla em inglês).

A negociação entre delegados do governo e dos curdos para tentar pôr fim aos combates aconteceu nesta sexta, no aeroporto de Qamichli. As duas partes aceitaram um cessar-fogo ilimitado, e as negociações prosseguem para se chegar a um acordo permanente, segundo o comunicado divulgado pelas forças de segurança curdas.

O texto aponta ainda que, desde quarta-feira (20), 17 civis morreram, dez deles entre os milicianos curdos, e outros 31 combatentes nas fileiras do governo.

"Nós nos comprometemos com a trégua até que uma solução adequada seja encontrada e que o governo ponha fim a suas práticas terroristas", afirma a nota.

Grande parte de Qachimli, uma cidade da província de Hassaké (nordeste), está nas mãos dos curdos, mas o governo controla alguns bairros, assim como o aeroporto.

Em março passado, os curdos anunciaram a criação de uma "zona autônoma" no norte e no nordeste da Síria, a qual inclui Qamichli.

str-ah/mjg/kjl/tt/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos