Sobrevivente do holocausto, Martin Gray morre na Bélgica

Bruxelas, 25 Abr 2016 (AFP) - O autor best-seller e sobrevivente do holocausto Martin Gray morreu na Bélgica aos 93 anos, anunciaram autoridades locais à AFP na segunda-feira.

Nascido na Polônia, Gray, que morreu durante a noite, é mais conhecido pelo seu livro de memórias "For Those I Loved" (Por aqueles que amei, em tradução livre), lançado em 1971 e traduzido para mais de 20 idiomas.

O livro conta como ele sobreviveu à insurreição judia no gueto de Warsaw, na Polônia ocupada pela Alemanha nazista, fugiu do campo de extermínio Treblinka e se tornou soldado no Exército Vermelho em Berlim.

O livro foi adaptado para uma minissérie de alto orçamento estrelada pelo ator britânico Michael York em 1983, que se tornou um sucesso na França.

Foram levantadas dúvidas sobre a veracidade dos relatos de Gray, mas o advogado e caçador de nazistas Serge Klarsfeld disse à AFP que acredita firmemente nele.

"Ele era um homem alegre com uma força de espírito rara", disse.

bur-arp/dk/mt/db/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos