'Fatores' da OEA 'ameaçam' Venezuela, denuncia chanceler

Washington, 5 Mai 2016 (AFP) - A Venezuela é ameaçada por "fatores" da Organização dos Estados Americanos (OEA), os quais invocam a Carta Democrática Interamericana com o objetivo de intervir nos assuntos internos do país - denunciou a chanceler venezuelana, Delcy Rodríguez, nesta quinta-feira, acusando o secretário-geral de "apoiar" a oposição.

"Somos ameaçados (...) por alguns fatores da Organização com a Carta Democrática Interamericana", disse Rodríguez, durante um Conselho Permanente da OEA, evocando uma situação "grave".

Segundo ela, o secretário-geral da OEA, Luis Almagro, "apoia" ações de opositores para invocar medidas de intervenção no país.

"Temos as provas para mostrar como cada passo que a oposição dá é apoiado pela secretaria-geral da OEA", disse Rodríguez na sessão extraordinária do Conselho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos