Bomba mata seis soldados no sudeste da Turquia

Diyarbakir, Turquia, 24 Mai 2016 (AFP) - Seis soldados foram mortos e outros dois feridos na explosão de uma bomba na passagem de um comboio militar no sudeste da Turquia, informou nesta terça-feira à noite o Estado-Maior, atribuindo o ataque ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

O veículo blindado que transportava os soldados "foi atingido por uma bomba que estava escondida" na beira de uma estrada na província de Van, no sudoeste de maioria curda do país, informou o exército em um comunicado, atribuindo o ataque ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Um líder militar confirmou o ataque à AFP , acrescentando que os soldados se dirigiam a um local onde os membros do PKK tinham queimado uma dezena de veículos.

Após a explosão da bomba, vários disparos de foguetes atingiram o comboio militar, informou a fonte, que pediu para ter sua identidade preservada, sugerindo a ideia de uma emboscada.

O exército anunciou que uma operação aérea foi lançada após o ataque.

O sudeste da Turquia, cuja população é majoritariamente curda, vive ao ritmo dos atentados e combates diários entre as forças de segurança turcas e os rebeldes desde a retomada das hostilidades no verão boreal passado, que puseram um fim às negociações de paz entre Ancara e o PKK para buscar uma saída a uma rebelião que deixou 40.000 mortos desde 1984.

No programa que apresentou na terça-feira, o novo premiê turco, Binali Yildirim, fez da luta contra o PKK uma prioridade.

"Vamos continuar com determinação a luta contra a organização terrorista separatista", afirmou.

str-gkg/fjb/mr/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos