Em evento na Califórnia, Trump denuncia imigração ilegal nos EUA

Anaheim, Estados Unidos, 26 Mai 2016 (AFP) - Em campanha em um dos estados de maior população hispânica dos Estados Unidos, a Califórnia, o republicano Donald Trump redobrou, nesta quarta-feira, as denúncias contra os imigrantes ilegais e voltou a garantir que "os mexicanos" votariam nele na eleição presidencial.

Sem romper com o emblemático tema de sua candidatura, Trump mobilizou milhares de partidários com sua promessa de construir um muro na fronteira com o México.

"E quem pagará o muro?", questionou.

"O México!", responderam, em coro, seus seguidores em Anaheim, perto de Los Angeles.

"Os mexicanos são extraordinários. Votarão em mim como nunca antes. Os que estão aqui legalmente", afirmou Trump, apesar de as pesquisas mostrarem que os hispânicos apoiam, em grande medida, os democratas e Hillary Clinton.

A imigração é um tema sensível da política americana, em particular na Califórnia, que conta com tantos habitantes de origem latina quanto brancos de origem europeia - perto de 39% da população.

Três pessoas protestaram em silêncio no local do comício hoje. Uma delas levava apenas uma simples bandeira mexicana nas mãos. Todas foram retiradas pelos agentes.

Do lado de fora, cerca de 80 manifestantes foram mantidos afastados por um forte dispositivo policial.

A Polícia intercedeu para separar partidários e críticos de Trump que chegaram às vias de fato. Duas pessoas foram detidas, informou um porta-voz da Polícia local à AFP, mas a multidão se dispersou em calma.

ico-ved/jb/tt/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos