Naufrágio provoca até 30 mortes na costa da Líbia

Roma, 26 Mai 2016 (AFP) - Até 30 migrantes podem ter morrido num naufrágio em frente à costa da Líbia, enquanto outras 80 pessoas a bordo da embarcação naufragada puderam ser resgatadas, anunciou nesta quinta-feira a força naval da União Europeia.

"Um avião de Luxemburgo localizou a cerca de 35 milhas náuticas (65 km) da costa líbia uma embarcação que naufragou, com cerca de 100 migrantes na água ou agarrados à embarcação", indicou à AFP o capitão Antonello de Renzis Sonnino, porta-voz da operação Sophia, que combate o tráfico de pessoas no Mediterrâneo.

"Estimamos que há entre 20 e 30 mortos", informou.

O avião logo emitiu um alerta e uma outra aeronave, espanhola, se dirigiu ao local do acidente e lançou kits de sobrevivência.

Duas embarcações da guarda costeira italiana e um navio espanhol, o "Reina Sofia", que participam nas operações Sophia, aproximaram-se dos migrantes e resgataram mais de 80. As operações de resgate continuam.

Esta nova tragédia migratória acontece um dia depois de um incidente semelhante em que cinco pessoas morreram quando o barco em que estavam naufragou.

Centenas de pessoas caíram no mar e 562 foram resgatadas pela marinha italiana que publicou imagens impressionantes do incidente.

De acordo com números do ACNUR em 25 de maio, 37.785 pessoas chegaram na Itália desde o início do ano.

Durante o mesmo período, 1.370 migrantes e refugiados perderam suas vidas tentando chegar à Europa atravessando o Mediterrâneo, 24% menos que no mesmo período do ano passado (1.792), segundo indicou na terça-feira a Organização Organização Internacional para as Migrações (OIM).

ide-ljm/ob/pjl/aoc/mb/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos