Escândalo de vacinas falsas na Indonésia

Jacarta, 29 Jun 2016 (AFP) - Uma associação de pediatras da Indonésia recomendou nesta quarta-feira aos pais de crianças vacinadas que procurem um médico depois da revelação de um escândalo de vacinas falsas no país do sudeste asiático.

A associação aconselhou que os pais das crianças afetadas procurem as clínicas ou o hospital de procedência das vacinas.

Também afirmou que, em caso de dúvida, devem administrar novamente a vacina.

A polícia descobriu na semana passada uma organização criminosa suspeita de ter vendido vacinas falsas nos últimos 10 anos para clínicas do país, que tem 255 milhões de pessoas.

O ministério indonésio da Saúde e a polícia tentam determinar a magnitude do escândalo. Até o momento, a agência nacional de controle de medicamentos e alimentos confiscou vacinas em 30 clínicas do país.

"Cooperamos com a agência nacional de controle de medicamentos e alimentos para obter dados e tomar todas as medidas necessárias", declarou à AFP o porta-voz do ministério, Oscar Primadi.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos