Ex-soldado americano acusado de estupro e assassinato no Japão

Tóquio, 30 Jun 2016 (AFP) - Um ex-soldado da base militar americana em Okinawa foi acusado nesta quinta-feira pela justiça japonesa de estupro e assassinato de uma mulher nesta região do extremo sul do Japão.

Segundo a imprensa local, Kenneth Franklin Shinzato, de 32 anos, ex-soldado que trabalhavam na base aérea de Kadena, foi acusado nas investigações sobre a morte de Rina Shimabukuro.

Os funcionários judiciais não quiseram confirmar a informação.

Shinzato foi acusado no início do mês por ter deixado, em abril, o corpo da mulher sem vida à beira de uma estrada.

Este trágico caso, que questiona mais uma vez o pessoal das bases americanas, foi mencionado pelo primeiro-ministro Shinzo Abe durante um encontro com o presidente Barack Obama no Japão, na véspera da cúpula de G7, em maio. Obama expressou então seus profundos pêsames.

Outro soldado americano de 24 anos foi detido, também no início do ano, em Okinawa, suspeito de estupro.

Okinawa acolhe cerca da metade dos aproximadamente 47.000 soldados americano posicionados no país.

si-kap/uh/rap/bc/pc/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos