Câmara de Representantes dos EUA aprova lei para proibir venda de aviões ao Irã

Washington, 8 Jul 2016 (AFP) - A Câmara de Representantes dos Estados Unidos aprovou um projeto de lei para bloquear a venda de aviões americanas ao Irã, o que prejudicará um acordo de até 25 bilhões de dólares com Teerã.

Duas emendas aprovadas em um projeto apresentado pelo representante Peter Roskam proibiriam a venda para o Irã de aviões Boeing e do rival europeu Airbus, em meio a temores de que os aviões possam ser usados para propósitos militares, disse o congressista em um comunicado na sexta-feira.

Uma emenda proibiria o Escritório de Controle de Ativos Estranjeros de usar fundos para autorizar uma licença necessária para que aviões possam ser vendidos ao Irã. A segunda proibiria empréstimos de instituções financeiras americanas para comprar aviões adaptáveis ao uso militar.

A proibição precisa ser aprovada pelo Senado ou por lei que concilie os diferentes projetos das duas Casas.

Roskam, republicano de Illinois, disse na quinta-feira em uma publicação em sua página do Twitter que "os democratas da Cámara não demonstraram nenhuma oposição significativa e, em muitos casos, somaram esforços para bloquear a venda".

A notícia chega depois que a Boeing e a Iran Air confirmaram um acordo preliminar para a venda de aviões comerciais, o que foi considerado um passo na normalização das difíceis relações entre Washington e Teerã.

O acordo, avaliado em até 25 bilhões de dólares, seria o mais expressivo entre empresas americanas e o Irã desde a Revolução Islâmica de 1979.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos