Papa insiste que a Polônia "acolha os que fogem da guerra e da fome".

Cracóvia, Polónia, 27 Jul 2016 (AFP) - O papa Francisco pediu nesta quarta-feira que os poloneses acolhem "as pessoas que fogem da guerra e da fome", ao se dirigir às autoridades do país horas antes de chegar a Cracóvia.

O Papa afirmou que o "complexo fenômeno migratório requer um suplemento de sabedoria e misericórdia para superar os temores e fazer o maior bem possível".

Ele também pediu que as causas do fenômeno sejam identificadas, que se facilite a volta dos atingidos, que se dê solidariedade e liberdade e, principalmente, que se "dê testemunho com os fatos dos valores humanos e cristãos", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos