Míssil que derrubou voo da Malaysia Airlines na Ucrânia foi disparado por pró-russos

Nieuwegein, Holanda, 28 Set 2016 (AFP) - O Ministério Público holandês identificou dezenas de pessoas potencialmente envolvidas no disparo do míssil que derrubou o voo MH17 na Ucrânia, e confirmou o projétil foi lançado a partir do território separatista pró-russo.

"Nossa investigação demonstrou que o local de onde o míssil foi disparado se encontrava em mãos rebeldes", afirmou nesta quarta-feira Wilbert Paulissen, um dos chefes da instrução do caso que envolve a queda do avião da Malaysia Airlines, derrubado em 17 de julho de 2014.

mbr-jhe/jkb/cls/jz/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos