Rússia prende suspeitos de pertencer ao Estado Islâmico e planejar ataques

Em Moscou

Os serviços de segurança da Rússia (FSB) informaram neste sábado que prendeu dez pessoas suspeitos de serem ligados ao Estado Islâmico e de arquitetar ataques armados em Moscou e São Petersburgo.

Os FSB, sucessor da antiga KGB, informou a prisão de dez pessoas originárias da Ásia Central, e que estavam planejando cometer uma série de atos de sabotagem e terror na capital russa e na cidade de São Petersburgo.

A prisão aconteceu numa operação conjunta com as ex-repúblicas soviéticas do Tadjiquistão e Quirguistão.

Segundo informaram, o grupo pretendia matar civis em locais públicos usando armas automáticas e explosivos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos