PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Bombardeio francês teria matado extremista argelino Mokhtar Belmokhtar

28/11/2016 14h41

Washington, 28 Nov 2016 (AFP) - O extremista de origem argelina Mokhtar Belmokhtar, vinculado à Al-Qaeda no Magreb Islâmico (AQMI), foi alvo de um bombardeio de aviões franceses na Líbia no início do mês, e provavelmente foi morto, afirmou nesta segunda-feira uma fonte oficial americana à AFP.

Belmokhtar é um dos líderes do grupo Al Murabitun, autor de violentos ataques na região do Sahel e, em outras ocasiões, já havia sido dado por morto, em 2013 e em 2015, depois de um bombardeio aéreo na Líbia.

Segundo o jornal The Wall Street Journal, o ataque francês demonstra a cooperação militar e de inteligência entre Estados Unidos e França.

Internacional