Negociações sobre Chipre terminam sem acordo

Crans-Montana, Suíça, 7 Jul 2017 (AFP) - As negociações na Suíça destinadas a acabar com o conflito que divide Chipre há várias décadas foram concluídas na madrugada desta sexta-feira sem um acordo, anunciou o secretário-geral da ONU, António Guterres.

"Lamento profundamente ter que informar que apesar do forte compromisso de todas as delegações, a conferência sobre Chipre terminou sem um acordo", disse Guterres aos jornalistas em Crans-Montana.

Os líderes grego e turco-cipriota negociavam desde a semana passada nesta estação de esqui alpina.

As conversações de paz, com o aval da ONU, se desenvolviam desde 28 de junho, visando um acordo para acabar com a divisão desta ilha do Mediterrâneo.

Os principais obstáculos estão ligados à segurança e à saída das tropas turcas do norte da Ilha.

Chipre está dividida desde 1974, quando tropas turcas invadiram e ocuparam a parte norte da Ilha (um terço de seu território) em resposta a um golpe de estado apoiado por Atenas que buscava a anexação à Grécia.

A Turquia tem 35 mil soldados estacionados em Chipre.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos