Morre policial em protestos na Venezuela e já são 113 as vítimas fatais

Caracas, 28 Jul 2017 (AFP) - Um policial morreu baleado na cabeça durante os protestos registrados na greve de 48h convocada pela oposição venezuelana contra o presidente Nicolás Maduro, informou o Ministério Público.

O policial morreu na quinta-feira, na localidade de Ejido, onde um dia antes também foi morto um homem de 30 anos em outra manifestação, segundo a mesma fonte.

O MP cifra em 8 os mortos nas paralisações das últimas horas e em 113 os mortos desde que começaram os protestos em 1o. de abril passado.

avs-axm/cd/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos