Cuba diz que tráfico de drogas aumentou em seus mares adjacentes

Havana, 22 Nov 2017 (AFP) - Cuba disse nesta quarta-feira que a atividade de narcotráfico internacional aumentou em 2017 nos seus mares adjacentes, pois entre janeiro e outubro apreendeu 4,7 toneladas de droga, uma quantidade superior à soma dos dois anos anteriores.

"De acordo com informes oficiais, os 4.787 kg encontrados nos primeiros dez meses do ano são superiores ao total recolhido em 2015 e 2016", disse o jornal oficial Granma.

A ilha está no centro geográfico da rota da droga entre a América do Sul e os Estados Unidos. Tradicionalmente, a mercadoria é enviada por via aérea para os mares ao norte da ilha, onde é lançada na água e recuperada por lanchas, que levam para os Estados Unidos.

Muitos pacotes navegam à deriva até as costas cubanas, ou são lançados à água novamente por traficantes, ao avistar navios oficiais.

"Foram encontradas 244 cargas, com 4.571 kg de drogas protegidas (4.462 kg de maconha e 109 kg de cocaína), e foram avistadas 63 lanchas suspeitas de ligação com o tráfico de drogas", disse o Granma.

Mas a novidade é que as apreensões aconteceram sobretudo na costa sul da ilha.

O Granma cita o Informe Mundial 2017 do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc), que afirma que as rotas do tráfico continuam variando e se diversificando em um "ritmo alarmante".

Como parte do combate ao narcotráfico, que inclui aduanas marítimas e aéreas "foram frustradas 43 operações de narcotráfico internacional, nas quais foram detidos 54 estrangeiros", bem como 46 cubanos.

Também "foram detectados 46 casos de estrangeiros com pequenas quantidades de drogas para consumo pessoal. A substância foi apreendida, eles foram advertidos sobre as regulações internas e foram multados", explicou o diário.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos