Juiz rejeita ação contra Trump por receber pagamentos do exterior

Washington, 22 dez 2017 (AFP) - Um juiz americano anulou na quinta-feira uma ação contra Donald Trump, segundo a qual o presidente viola a Constituição ao receber pagamentos do exterior através de seus negócios enquanto está na Casa Branca.

A rejeição é uma vitória para Trump, mas como o juiz George Daniels decidiu que os demandantes não tinham legitimidade, os méritos subjacentes ao caso não foram abordados.

A demanda denunciava que os "vastos, complicados e secretos interesses dos negócios de Trump criam um conflito de interesses e geram uma influência governamental sem precedentes na violação de cláusulas de emolumentos nacionais e internacionais", escreveu o juiz George Daniels na decisão.

As cláusulas de emolumentos, que são uma medida para combater o suborno, proíbem que funcionários públicos recebam "qualquer presente, lucro, cargo ou título de qualquer tipo, de um rei, príncipe ou Estado estrangeiro", enquanto estão no cargo e sem aprovação do Congresso.

"Este caso implica um conflito entre o Congresso e o presidente, no qual esta corte não deveria interferir a menos e até que o Congresso reafirme sua autoridade", completa a decisão de Daniels.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos