Venezuela confirma libertação de prisioneiro americano Joshua Holt

Caracas, 26 Mai 2018 (AFP) - O governo da Venezuela confirmou a libertação do americano Joshua Holt, mórmon preso há dois anos com sua mulher por acusações de espionagem e posse de armas de guerra, em um "gesto" que espera despertar um diálogo entre Caracas e Washington.

A pedido do presidente Nicolás Maduro, em um processo anunciado de libertação de opositores presos, "o poder judicial deu o correspondente o benefício da liberdade plena a esses dois cidadãos e (...) já estão voando para os Estados Unidos", disse em uma declaração à imprensa o ministro de Comunicação, Jorge Rodríguez.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos