Giuseppe Conte renuncia ao cargo de primeiro-ministro da Itália (oficial)

Roma, 27 Mai 2018 (AFP) - O advogado Giuseppe Conte renunciou, neste domingo (27), ao cargo de primeiro-ministro, sem conseguir formar um governo de coalizão na Itália, anunciou oficialmente a Presidência da República.

Na quarta-feira passada, o presidente Sergio Mattarella tinha designado Conte, de 53 anos, para tentar formar um Executivo com a formação antissistema Movimento 5 Estrelas e a de extrema direita Liga, quase três meses depois das eleições, que aconteceram em 4 de março.

A decisão foi tomada após o desentendimento entre as formações populistas e o presidente Mattarella acerca do candidato a ministro de Economia e Finanças, o economista Paolo Savona, de 81 anos, conhecido por suas posições eurocéticas, o que preocupa os mercados financeiros e as autoridades da União Europeia.

As duas partes não chegaram a um acordo sobre o Executivo e, em particular, sobre o nome para guiar a terceira maior economia da zona do euro.

"Posso lhes garantir que eu dei o melhor dos meus esforços e atenção para cumprir essa tarefa e posso lhes garantir que fiz isso em um clima de colaboração total com os representantes das forças políticas que me fizeram candidato", disse Conte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos