PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Recorde de civis mortos em 2018 na guerra do Afeganistão

24/02/2019 07h24

Cabul, 24 Fev 2019 (AFP) - O número de civis mortos na guerra do Afeganistão bateu um recorde em 2018, com 3.804 óbitos, em sua maioria atribuídos aos grupos insurgentes talibã e Estado Islâmico (EI), anunciou a ONU.

A Missão das Nações Unidas no Afeganistão (UNAMA) e o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos destacam que o número representa um aumento de 11% na comparação com 2017.

Desde 2014, pelo menos 3.500 civis morrem a cada ano em consequência da guerra. Em 10 anos, desde o início do registro das vítimas civis no conflito, a ONU contabilizou 32.000 mortos e 60.000 feridos.

O número de menores de idade mortos também bateu recorde em 2018 (927, contra 826 em 2017 e 926 em 2016). Também foram registrados mais de 7.000 feridos, nível equivalente ao dos últimos quatro anos.

A ONU indicou os fatores que contribuem para o aumento do número de mortos: os ataques deliberados contra civis em atentados suicidas de grupos insurgentes, os bombardeios aéreos e os combates das forças leais ao governo.

lab/ahe/cr/pc/fp

Internacional