PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Evo Morales pede ao Grupo de Lima o diálogo como opção para a Venezuela

25/02/2019 12h34

La Paz, 25 Fev 2019 (AFP) - O presidente boliviano, Evo Morales, pediu nesta segunda-feira ao Grupo de Lima, que se reúne na Colômbia para tratar a crise venezuelana, que se busque o diálogo como uma opção para evitar uma guerra que afete a América Latina.

"Irmãos presidentes do Grupo de Lima: Respeitando nossas diferenças políticas e como líderes democraticamente eleitos peço, muito respeitosamente, que busquem uma solução através do diálogo como uma opção para salvar vidas e evitar que a guerra traga destruição para a nossa AL (América Latina)", afirmou o líder boliviano em sua conta pessoal no Twitter.

O Grupo de Lima, uma aliança de 13 países latino-americanos e Canadá, se reúne em Bogotá nesta segunda-feira, juntamente com o autoproclamado presidente interino venezuelano, Juan Guaidó. A reunião será acompanhada pelo vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence.

O objetivo é analisar a crise na Venezuela, após os incidentes no fim de semana nas fronteiras do país com a Colômbia e o Brasil, durante uma tentativa de entrada de caminhões com ajuda humanitária que deixou dois mortos e centenas de feridos.

Guaidó disse antecipadamente que na reunião em Bogotá "todas as opções" deveriam ser deixadas em aberto contra o presidente venezuelano.

jac/cbr/mr

Internacional