PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Primeiro-ministro holandês diz que país 'não cederá à intolerância'

18/03/2019 11h44

Haia, 18 Mar 2019 (AFP) - "Não vamos ceder à intolerância", disse, nesta segunda-feira, o primeiro-ministro holandês Mark Rutte, depois que tiroteios em Utrecht mataram três pessoas, segundo o prefeito da cidade.

"Um ato de terrorismo é um ataque à nossa civilização, à nossa sociedade tolerante e aberta (...). Há apenas uma resposta, a de que nosso Estado de direito e nossa democracia são mais fortes do que o fanatismo e a violência", declarou ele em uma conferência de imprensa.

"Não vamos ceder à intolerância, jamais".

cvo-dk/alm/sg/mr

Internacional