PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump reclama de ser apontado como culpado por ataques na Nova Zelândia

18/03/2019 13h34

Washington, 18 Mar 2019 (AFP) - O presidente Donald Trump reclamou, nesta segunda-feira (18), de estar sendo apontado como culpado por parte da imprensa, segundo ele, dos ataques contra duas mesquitas na Nova Zelândia.

"A mídia fake news está fazendo hora extra para me culpar pelo terrível ataque na Nova Zelândia", tuitou Trump.

"Vão ter de trabalhar muito duro para provar essa. Tão ridículo!", completou.

Trump pareceu se referir à crítica a sua resposta ao ataque, cometido por um supremacista branco de 28 anos, alegando se tratar de uma resistência contra o genocídio do povo branco.

Em um longo manifesto, o assassino citou Trump como "um símbolo da identidade branca renovada".

Em diferentes momentos, Trump tuitou e condenou o "terrível" ataque, além de oferecer ajuda às autoridades neozelandesas.

Abriu espaço para a polêmica, na sexta-feira, porém, ao minimizar as implicações da ideologia do atirador. Segundo ele, o violento nacionalismo branco não é um problema que avança.

"É um pequeno grupo de pessoas", afirmou.

A declaração recebeu uma enxurrada de críticas de democratas, que disseram ver nisso sinais ambíguos, em vez de mensagens claras contra o que muitos especialistas independentes veem como um crescente problema de nacionalistas brancos contra muçulmanos, judeus, imigrantes e outras minorias.

sms/jm/tt

Internacional