PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Diplomata venezuelano nega 'possíveis operações militares russas'

28/03/2019 07h39

Moscou, 28 Mar 2019 (AFP) - Denunciada pelos Estados Unidos, a presença de militares russos na Venezuela "não está, em nenhum caso, ligada a possíveis operações militares" - garantiu um diplomata venezuelano em Moscou, nesta quinta-feira (28), citado pela agência Interfax.

"Insisto no fato de que se trata apenas de cooperação militar e técnica. A presença militar russa não está, em nenhum caso, vinculada a possíveis operações militares", declarou o adido de defesa da embaixada da Venezuela na Rússia, José Rafael Torrealba Pérez.

A Rússia "não ameaça ninguém" na Venezuela, ao contrário de Washington, rebateu Moscou, nesta quinta-feira, reagindo à denúncia por parte dos Estados Unidos sobre o envio de militares russos para Caracas.

"A Rússia não infringiu nada, nem os acordos internacionais, nem o Direito venezuelano. Ela não muda o equilíbrio de forças na região e não ameaça ninguém, diferentemente de Washington", declarou a porta-voz do Ministério russo das Relações Exteriroes, Maria Zakharova, nesta quinta.

gmo/pop/jhd/tt

Internacional