Topo

Em viagem ao Japão, Trump diz que ainda confia na Coreia do Norte

26.mai.2019 - O presidente dos EUA, Donald Trump, é recebido pelo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, para um jogo de golfe na manhã deste domingo no Japão - Brendan Smialowski/AFP
26.mai.2019 - O presidente dos EUA, Donald Trump, é recebido pelo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, para um jogo de golfe na manhã deste domingo no Japão Imagem: Brendan Smialowski/AFP

Tóquio

25/05/2019 20h43

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recorreu ao Twitter para expressar sua "confiança" no líder norte-coreano Kim Jong Un, apesar dos recentes testes de armas de Pyongyang e das negociações nucleares paralisadas.

Trump, que está no Japão em uma visita para melhorar os laços bilaterais, também sugeriu que Kim estaria enviando um "sinal" através de um comentário da mídia norte-coreana sobre Joe Biden -- no qual o ex-vice-presidente foi rotulado como "imbecil" e um "idiota de baixo QI" por criticar Kim.

"A Coreia do Norte disparou algumas pequenas armas, o que perturbou algumas pessoas e outras, mas não eu", escreveu Trump no Twitter, aparentemente referindo-se aos testes de armas no início de maio.

Horas antes de Trump embarcar para o Japão, seu assessor de segurança nacional, disse à imprensa americana que "sem dúvida" os recentes testes de mísseis de Pyongyang haviam violado as resoluções do Conselho de Segurança da ONU, mas insistiu que Washington ainda está pronto para retomar as negociações.

"Eu tenho confiança de que o Presidente Kim manterá sua promessa para mim, e também ri quando ele chamou o Joe Bidan [sic] de indivíduo de baixo QI ou pior. Será que ele não está me enviando um sinal?", tuitou o presidente americano.

A Coreia do Norte é um dos principais temas na agenda do encontro de Trump com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe.

Mais Internacional