Topo

Presidentes de Colômbia e China se reunirão para fortalecer comércio

22/07/2019 17h23

Bogotá, 22 Jul 2019 (AFP) - O presidente da Colômbia, Iván Duque, se reunirá com seu colega chinês, Xi Jinping, durante uma visita oficial à China entre 29 e 31 de julho, na qual buscará fortalecer as relações comerciais bilaterais e abordar a crise na Venezuela.

A viagem tem como objetivo principal "facilitar o acesso de novos produtos e serviços colombianos ao mercado chinês" e "promover uma maior presença de investidores chineses na Colômbia", disse a repórteres o chanceler Carlos Holmes Trujillo.

Na reunião de 31 de julho com Xi, Duque tentará abordar a crise econômica e migratória na Venezuela - onde a China é, ao lado da Rússia, um dos apoiadores do governo Nicolás Maduro, ao qual a Colômbia e os Estados Unidos se opõem.

"Questões regionais serão discutidas, incluindo a situação na Venezuela e o fenômeno migratório associado", afirmou Trujillo.

No mesmo dia de seu encontro com Xi, Duke realizará reuniões individuais com o presidente da Assembleia Popular da China, Li Zhanshu, e o primeiro-ministro, Li Keqiang.

Além disso, ambos os governos assinarão um tratado para determinar as regras para a transferência de prisioneiros colombianos da China por razões humanitárias. No país asiático, há 217 colombianos condenados, quatro deles condenados à pena de morte e 14 à prisão perpétua, segundo o Ministério da Justiça.

A China é o segundo maior parceiro comercial da Colômbia, atrás dos Estados Unidos, e ganha crescente relevância econômica para o país sul-americano.

Twitter

Internacional