PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Dinamarca começa a reabrir escolas após um mês de confinamento por pandemia

Karime Xavier/Folhapress)
Imagem: Karime Xavier/Folhapress)

15/04/2020 06h01

As escolas da Dinamarca começaram a reabrir suas portas nesta quarta-feira (15), após um mês de fechamento em consequência da pandemia do novo coronavírus.

A Dinamarca, primeiro país europeu a reabrir as creches e escolas do ensino básico, decretou o fechamento dos estabelecimentos em 12 de março para conter a propagação do novo coronavírus.

Porém, as aulas foram retomadas apenas na metade das cidades dinamarquesas e em 35% dos centros de ensino de Copenhague.

As demais devem reabrir as portas após a adaptação dos locais às regras de saúde instauradas para combater a pandemia de COVID-19.

A princípio, todos os centros de ensino do país devem estar abertos até 20 de abril no mais tardar.

O governo anunciou que as escolas poderiam retomar as atividades desde que garantissem "o distanciamento e a lavagem das mãos".

Os centros de ensino devem organizar as classes para que exista uma distância de dois metros entre os alunos e organizar o tempo de recreio em grupos reduzidos.

A decisão foi criticada por alguns pais, que criaram uma petição que recebeu o título "Meu filho não é um porquinho-da-índia" e que já foi assinada por 18.000 pessoas.

"As crianças podem transmitir o vírus sem ficar doentes", afirma a petição.

"Muitos pais devem manter os filhos em casa casa", afirmou Henrik Wilhelmsen, diretor de uma escola do bairro de Nørrebro, em Copenhague.

As escolas do ensino médio permanecerão fechadas até 10 de maio e os estudantes terão aulas on-line.

A Dinamarca registrou até o momento 6.700 casos de COVID-19 e 299 mortes.

Coronavírus