PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

OMS adverte que programas de vacinação não devem ser esquecidos

Getty Images/EyeEm
Imagem: Getty Images/EyeEm

30/04/2020 11h19

A OMS Europa advertiu nesta quinta-feira que a pandemia do novo coronavírus, que parece estar diminuindo no oeste mas que se intensifica no leste do continente europeu, não deve levar ao surto de outras doenças infecciosas por falta de acesso à vacinação.

"Os serviços de vacinação são essenciais. Caso sejam interrompidos, devem ser adotadas medidas para sua retomada o mais rápido possível", afirmou o diretor da unidade europeia da Organização Mundial da Saúde, Hans Kluge, em uma entrevista coletiva exibida on-line a partir de Copenhague.

"Não podemos permitir que o impacto da covid-19 se agrave descuidando de outras medidas vitais de proteção da saúde", completou.

A OMS Europa está especialmente preocupada com o retorno do sarampo, que afetou 6.000 pessoas nos dois primeiros meses do ano. "A imunização nunca foi tão importante", explicou Siddharta Datta, especialista em vacinas da OMS.

"O sarampo e outras doenças infecciosas estão muito presentes entre nós. O momento de prevenir é agora", completou.

Para alcançar o objetivo, o sistema de saúde deve funcionar de maneira paralela ao atendimento dos pacientes do novo coronavírus.

A unidade europeia da OMS, que vai do Atlântico ao Pacífico e compreende 53 países tão heterogêneos como Rússia e Andorra, tem mais de 1,4 milhão de casos oficiais e 129.344 mortes provocadas pelo coronavírus.

Coronavírus