PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Novos incêndios na Califórnia podem queimar fora de controle por várias semanas

"Incêndio El Dorado": Bombeiros tentam conter fogo na Floresta Nacional de San Bernardino, na Califórnia (EUA) - Kyle Grillot/The Washington Post via Getty Images
'Incêndio El Dorado': Bombeiros tentam conter fogo na Floresta Nacional de San Bernardino, na Califórnia (EUA) Imagem: Kyle Grillot/The Washington Post via Getty Images

29/09/2020 19h55

Os incêndios que atingiram a Califórnia no fim de semana, deixando pelo menos três mortos e dezenas de milhares evacuados, continuaram a se espalhar nesta terça-feira(29) e os bombeiros estimam que levará semanas para controlar as chamas.

O chamado "Fogo de Cristal" que queimou nos condados de Napa e Sonoma, no norte da Califórnia, no domingo, triplicou de tamanho em 24 horas para devastar 17.000 hectares nesta manhã.

Este incêndio, no coração de uma das áreas vitivinícolas mais prestigiosas dos Estados Unidos, não pôde ser contido nesta terça-feira, apesar do destacamento de 1.500 homens, disse um porta-voz do corpo de bombeiros da Califórnia.

"Esta manhã, 80 casas foram destruídas nos dois condados", disse ele.

As chamas também destruíram ou danificaram várias vinícolas do famoso Napa Valley, localizadas a menos de 100 km de São Francisco, como a Chateau Boswell Winery ou a Newton Vineyard, ambas em Santa Helena. Mais de 35.000 habitantes foram obrigados a evacuar e outros milhares se preparavam para sair imediatamente.

O "Restaurante em Meadowood", classificado com três estrelas pelo guia Michelin, também foi arrasado por um incêndio, segundo imagens divulgadas pela mídia local.

Dezenas de milhares de pessoas, incluindo toda a população da pequena cidade vizinha de Calistoga, estão em alerta para evacuação. "Parece que uma bomba explodiu. Árvores se acendem como fósforos", disse ao San Francisco Chronicle Joe Ortega, um morador de 61 anos.

"Imprevisível"

"O incêndio ainda é imprevisível. Ele está se movendo rapidamente e queremos que vocês estejam preparados", disse o xerife Mark Essick do condado de Sonoma em entrevista coletiva.

"Se vocês receberem uma ordem de evacuação, por favor, arrumem suas coisas, vocês devem ir embora. Se vocês estiverem em uma área em alerta, pedimos que estejam com suas malas e equipamentos de emergência prontos", insistiu o xerife.

No meio da noite de domingo, 4.500 moradores de uma área residencial para idosos em Sonoma County tiveram que ser transportados em ônibus municipais para um local seguro.

Para o chefe dos bombeiros de Santa Rosa, maior cidade do município de Sonoma, cujos arredores estão agora ameaçados pelo "Fogo de Cristal", deve levar semanas para superar as chamas. "Vai levar tempo e será doloroso", alertou o chefe Tony Gossner.

O trauma dos devastadores incêndios florestais de 2017, nos quais 44 pessoas morreram e milhares de edifícios foram queimados até as cinzas, ainda é recente nesta região.

As evacuações se tornaram uma rotina quase sazonal.

Mais ao norte, em uma área remota e acidentada do condado de Shasta, o chamado "Fogo Zogg" foi anunciado no domingo.

Na manhã de terça-feira, mais de 16.000 hectares haviam sido afetados e as chamas não estavam contidas.

A causa dos dois incêndios, alimentados pelos ventos fortes e muito secos que sopraram pela região no fim de semana, ainda é desconhecida, mas os cientistas apontam para o papel das mudanças climáticas, agravando uma seca crônica e condições extremas no oeste americano.

Mais de 8.100 incêndios ocorreram na Califórnia desde o início da temporada, devastando um total de 1,5 milhão de hectares.

Internacional