PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
3 meses

Tiroteios deixam 12 mortos e ao menos 49 feridos no fim de semana nos EUA

Nos últimos meses, os Estados Unidos sofreram uma série de tiroteios em massa - Getty Images/iStockphoto
Nos últimos meses, os Estados Unidos sofreram uma série de tiroteios em massa Imagem: Getty Images/iStockphoto

Da AFP, em Washington

24/05/2021 06h38Atualizada em 24/05/2021 07h29

Pelo menos 12 pessoas morreram, e 49 ficaram feridas, em diferentes tiroteios ocorridos neste fim de semana nos Estados Unidos, depois que, no mês passado, o presidente Joe Biden chamou a violência armada de "epidemia".

A série de incidentes com disparos incluiu mortes em Nova Jersey, Carolina do Sul, Geórgia, Ohio e Minnesota.

Duas pessoas foram mortas quando tiros foram disparados em uma festa em uma casa em Camden, Nova Jersey, na noite de sábado, onde pelo menos 12 outras pessoas ficaram feridas, de acordo com a polícia.

Na Carolina do Sul, uma adolescente de 14 anos morreu, e 14 pessoas ficaram feridas em um show.

Enquanto isso, a polícia em Atlanta, Geórgia, encontrou três pessoas mortas a tiros na manhã de domingo, depois de responder a uma chamada, informou a imprensa local.

Outras três pessoas morreram, e oito ficaram feridas do lado de fora de um bar em Youngstown, Ohio, na madrugada de domingo, enquanto uma adolescente de 16 anos morreu, e sete pessoas ficaram feridas em um parque em Columbus.

Também houve um tiroteio mortal em Minneapolis, Minnesota, na noite anterior à realização de uma marcha em homenagem a George Floyd, um homem negro morto por um policial branco na primavera passada (outono no Brasil), há um ano.

Nesse incidente, uma pessoa morreu, e outras oito ficaram feridas, uma delas em estado crítico. A polícia de Minneapolis disse à AFP que um suspeito do tiroteio foi preso e outro morreu.

Nos últimos meses, os Estados Unidos sofreram uma série de tiroteios em massa.

O presidente Biden assinou seis ordens executivas, incluindo uma norma para proibir as "armas fantasmas", como são conhecidas as armas de fogo fabricadas de kits caseiros.

Internacional