PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
2 meses

EUA sanciona ministro da Defesa de Cuba por 'repressão' de protestos

A decisão, segundo o presidente Joe Biden, é "apenas o começo" das medidas punitivas contra Havana - AFP/Vídeo: EPV
A decisão, segundo o presidente Joe Biden, é 'apenas o começo' das medidas punitivas contra Havana Imagem: AFP/Vídeo: EPV

22/07/2021 15h14

Os Estados Unidos impuseram, nesta quinta-feira (22), sanções ao ministro da Defesa cubano e a uma unidade do ministério do Interior por "repressão" aos recentes protestos populares, decisão que o presidente Joe Biden advertiu que é "apenas o começo" das medidas punitivas contra Havana.

O Departamento do Tesouro informou que seu Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC) congelou os bens e interesses do ministro Álvaro López Miera, bem como da Brigada Nacional Especial do Ministério do Interior de Cuba, por supostos abusos dos direitos humanos cometidos durante as manifestações que estouraram em toda Cuba em 11 de julho.

"Este é apenas o começo; os Estados Unidos continuarão a punir os responsáveis pela opressão do povo cubano", disse Biden.

mlm-ad/lda/mr

Internacional