PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Albanês prefere a cadeia na Itália à prisão domiciliar com a família

Albanês em prisão domicilar na Itália pediu para ser detido na cadeia, alegando que a vida em casa com a esposa é insuportável - iStock
Albanês em prisão domicilar na Itália pediu para ser detido na cadeia, alegando que a vida em casa com a esposa é insuportável Imagem: iStock

24/10/2021 09h44Atualizada em 24/10/2021 10h13

Um albanês em prisão domicilar na Itália compareceu a uma delegacia e pediu para ser detido na cadeia, alegando que a vida em casa com a esposa é insuportável, informou a polícia neste domingo.

O homem, de 30 anos e morador de Guidonia Montecelio, localidade próxima a Roma, "não tinha mais como lidar com a convivência forçada com a esposa", afirma um comunicado dos "carabinieri" de Tívoli, cidade vizinha.

"Exasperado com a situação, ele preferiu 'fugir' e se apresentou de maneira espontânea aos policiais para pedir pelo cumprimento da sentença atrás das grades", completa a nota.

O homem estava em prisão domiciliar há vários meses por crimes relacionados a drogas e deveria permanecer nesta situação por mais alguns anos, disse à AFP o capitão Francesco Giacomo Ferrante, policial de Tivoli.

"Ele morava em casa com sua esposa e a família. As coisas não estavam indo bem", completou. "Ele disse: 'escutem, minha vida em casa virou um inferno, eu não consigo mais, prefir oir para a prisão".

E ele conseguiu o objetivo, pois foi detido de forma imediata por violar a prisão domiciar e as autoridades judiciais determinaram sua transferência para uma penitenciária.

Internacional