PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Ativistas ambientais colam as mãos em quadro de Van Gogh em Londres

Ativistas ambientais colam mãos em pintura de Van Gogh - Just Stop Oil/Divulgação
Ativistas ambientais colam mãos em pintura de Van Gogh Imagem: Just Stop Oil/Divulgação

30/06/2022 16h24Atualizada em 30/06/2022 16h38

Dois ativistas ambientais do movimento Just Stop Oil, que pede o fim de novas infraestruturas relacionadas a combustíveis fósseis, colaram as próprias mãos na moldura de um tela de Van Gogh em um museu de Londres nesta quinta-feira (30).

A ação teve como alvo a pintura de 1889 "Peach Trees in Blossom", que retrata uma paisagem no sul da França, exposta na Galeria Courtauld, segundo a organização ambientalista e o museu.

"Lamentamos... Não gostamos de fazer isso, estamos grudados nessa pintura, nessa pintura magnífica, porque temos medo do nosso futuro", disse o ativista Louis McKechnie, de 21 anos, em um vídeo postado online pela organização.

Preso outras 20 vezes, o jovem, que passou seis semanas na prisão por ter bloqueado uma autoestrada em Londres, ficou conhecido ao interromper um jogo de futebol em março depois de se amarrar a uma trave.

McKechnie havia declarado recentemente à AFP que estava disposto a se tornar "o primeiro inimigo público" a alertar sobre a crise climática, realizando ações "não violentas" nas quais vidas não são colocadas em perigo.

A Galeria Courtauld informou à AFP que a sala onde a tela estava exposta "foi imediatamente fechada ao público" após a ação e que espera reabri-la na sexta-feira.

Internacional