Conteúdo publicado há 21 dias

EUA reportam segundo caso de gripe aviária em humanos

Dois meses depois do primeiro caso nos Estados Unidos, autoridades de saúde americanas relataram nesta quarta-feira (22) uma segunda ocorrência de gripe aviária em humanos, enquanto uma epidemia deste vírus se propaga por gados.

O indivíduo afetado trabalha em uma fazenda no estado de Michigan (centro-oeste), onde o vírus H5N1 foi descoberto em vacas-leiteiras, informaram os Centros de Prevenção e Controle de Doenças (CDC).

Para as autoridades de saúde, a avaliação de risco para a população americana continua "baixa".

Um primeiro caso no Texas (sul), anunciado em 1º de abril, foi "provavelmente" o primeiro no mundo de infecção por gripe aviária por um gado, segundo os CDC.

Assim como na ocorrência do Texas, o homem infectado em Michigan apresentou apenas sintomas nos olhos, detalharam os CDC.

Um primeiro caso de gripe aviária - transmitida por aves - já havia sido detectado em um ser humano no estado do Colorado em 2022.

O aumento do número de mamíferos infectados por esta doença alerta os especialistas, embora os casos humanos sejam incomuns.

Por enquanto, não há evidências de transmissão entre humanos, mas os cientistas temem que a circulação em massa crie uma mutação do vírus que a torne possível.

Deixe seu comentário

Só para assinantes