PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Esse conteúdo é antigo

Governo do Rio criará três UPPs em Angra dos Reis

28.jun.2018 - Policiais da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) do Morro dos Macacos, na região norte do Rio - Luis Kawaguti/UOL
28.jun.2018 - Policiais da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) do Morro dos Macacos, na região norte do Rio Imagem: Luis Kawaguti/UOL

24/12/2019 09h30

Após um acordo com a prefeitura de Angra dos Reis, o governo do estado do Rio anunciou, na noite de ontem, a criação de três unidades de Polícia Pacificadora (UPP) no município, que serão as primeiras fora da região metropolitana da capital. A instalação das novas unidades deve ser concluída até o fim de janeiro do ano que vem nas comunidades Camorim Grande, Belém e Frade.

Segundo o governador, as unidades representarão também um novo modelo de UPP, que aliará o foco em serviços à população com a presença de agentes de segurança pública.

Um dos principais destinos turísticos do estado, Angra viveu nos últimos anos um aumento da violência, com mais confrontos entre traficantes de drogas e policiais. A cidade chegou a decretar situação de emergência por causa da violência em 2018.

Para fazer frente a essa situação, o governo também deve aproximar a atuação entre as polícias Civil e Militar. Além disso, um novo batalhão da PM deve ser construído na cidade, que receberá um reforço de 120 policiais da corporação.

Witzel prometeu ainda ao prefeito Fernando Jordão, que esteve ontem no Palácio Guanabara, que investirá R$ 5 milhões na promoção turística do município.

Cotidiano